Por Ivan Moreira

O problema do assoreamento no lago do Jacundá é a falta de drenagem de água da chuva da vila e o acúmulo de água direcionada para bueiro construído como tentativa de solucionar a drenagem de águas da chuva e águas de piscina despejadas erroneamente nas ruas. Depois de convidar pessoalmente técnicos da Secretaria de Infraestrutura para analisarem o problema, ao lado de moradores do bairro e também do colega engenheiro Antonio Paternostro, os técnicos ficaram de me enviar qual seria a solução.

Abaixo, enviaram-me, o que compartilho com todos, um desvio no bueiro atual para que a água não provoque ainda mais danos no canal de deságüe do lago do Jacundá no Rio Tapajós. Veja abaixo:

Tracejado em vermelho, os técnicos Sérgio Melo e Lucas Reis da Prefeitura mostram a construção de um desvio do atual bueiro com saída mais a jusante do canal.

Durante a visita, foi proposta uma parceria entre a SemInfra, a própria comunidade e Sr. Roberto Branco, com as seguintes participações:

  • SemInfra forneceria serviço técnico, equipamentos e mão-de-obra especializada;
  • Comunidade forneceria mão-de-obra auxiliar;
  • Sr. Roberto Branco forneceria os materiais de construção: tubos, cimento, aço etc.

No dia 19 de dezembro, fiz contato com o Sr. Roberto Branco e apresentei a proposta, com a qual o mesmo concordou, mas fez uma observação que deve ser considerada: ele sugeriu fazer uma canaleta de concreto armado ao invés do bueiro pois já houve ocasião de entupimento do bueiro atual.

Feito isto, entendo que a SemInfra vai consolidar a parte técnica com a elaboração de um projeto e dimensionamento de pessoal e materiais necessários, bem como definição da programação da execução.

Entendo também que este serviço deva ser capitaneado pela SemInfra, que é a representante do poder público.

Fico à disposição de todos para ajudar no que for possível. E aqui, deixo de forma transparente e acessível para os moradores, o que conseguimos juntos e tenho conhecimento até agora.

Categories: Jacundá

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *